Quando estava pensando no que eu poderia fazer para comemorar, no final de 2018, o sucesso do meu blog, várias opções especiais passaram pela minha cabeça.

Não posso deixar de comentar que foram 629.450 visualizações durante todo o ano! Mais de meio milhão em 12 meses, dá pra acreditar? É muito acesso em tão pouco tempo!

Isso me deixa extremamente feliz e, por esse motivo, preparei 4 especiais com os Melhores de Ano em 2018!

Cada especial é dedicado à uma categoria diferente do meu blog. São elas:

  • Hipopressiva;
  • Biomecânica;
  • Avaliação Postural;
  • Cadeias Musculares.

Abaixo, você pode encontrar os textos mais acessados e comentados da categoria Cadeias Musculares! Espero que você aproveite todo o conhecimento que esse Top 5 pode trazer para a sua vida profissional.

Um feliz ano novo, e até o ano que vem! Aproveitem!

#5 – Patologias do joelho: como realizar o tratamento usando cadeias musculares

Você, que trabalha com reabilitação, sente dificuldade em trabalhar com patologias do joelho?

Os membros inferiores sofrem com diversas patologias, muitas delas comuns nos nossos Studios de Pilates e outros centros de reabilitação. Sei que muitos também sentem alguma dificuldade em prescrever exercícios adequados para essas patologias, mas não é esse meu propósito aqui.

Ao invés de passar diversos exercícios para patologias do joelho, quero desenvolver raciocínio crítico. Isso quer dizer saber realizar uma boa avaliação do aluno e compreender seu problema. Assim conseguimos nos livrar daquela péssima mania de depender de protocolos de aula prontos que raramente realmente correspondem às necessidades do aluno.

Quer ler o texto completo? Basta clicar aqui!

Informações Gerais

  • Data da Publicação: 19 de fevereiro de 2018
  • Visualizações: 1.436

#4 – O que é treinamento da fáscia e sua importância

A fáscia é composta fundamentalmente de:

“Tecidos conectivos fibrosos, moles, colágenos, soltos e densos que se permeiam (estão espalhados por todo o corpo)”.

Essa parte da definição é baseada no reconhecimento histológico estabelecido do tecido conjunto como tipo de tecido básico. Ele é anatomicamente subdividido em três categorias de tecido conjuntivo embrionário:

  • Mesênquima;
  • Tecido conjuntivo mucoso;
  • Tecido conjuntivo propriamente dito (tecido conjuntivo solto e denso);
  • Tecido conjuntivo especializado (sangue, osso, cartilagem, tecido adiposo, tecido hematopoiético, linfático) (Ross e Pawlina, 2011).

Quer ler o texto completo? Basta clicar aqui!

Informações Gerais

  • Data da Publicação: 15 de janeiro de 2018
  • Visualizações: 2.327

#3 – Como tratar a Escoliose usando cadeias musculares

Assim que o aluno ouve que tem uma escoliose já entra em desespero. O problema começa na palavra, que ele provavelmente não faz ideia do que significa, mas parece bastante assustadora. Ele também fica com medo de precisar operar ou fazer um tratamento doloroso.

Mas quem disse que o tratamento precisa ser doloroso ou invasivo? O Pilates é um método que oferece um tratamento conservador para manter o funcionamento da coluna vertebral. Ele também ajuda a evitar que as curvas escolióticas evoluam.

Quer ler o texto completo? Basta clicar aqui!

Informações Gerais

  • Data da Publicação: 16 de outubro de 2017
  • Visualizações: 2.621

#2 – Como a fáscia influência no movimento

A fáscia é um tecido conjuntivo propriamente dito denso, tendo como principal característica ser ininterrupta. Ela circunda e conecta os músculos, estruturas nervosas e viscerais. Ela constitui assim um importante elemento de comunicação mecânica entre os vários sistemas corporais.

Ou seja, desempenha um importante papel na transmissão miofascial de forças (HUIJING, 2009). É um tecido ativo mecanicamente, que possui funções proprioceptivas e nociceptivas. (YAHIA et al. 1992; SCHLEIP et al. 2005; STECCO et al. 2006, 2007, 2008, 2013b; BHATTACHARYA et al. 2010; TESARZ et al. 2011).

Quer ler o texto completo? Basta clicar aqui!

Informações Gerais

  • Data da Publicação: 29 de novembro de 2017
  • Visualizações: 2.763

#1 – O que são Cadeias Musculares e por que você deve conhecer

Apesar de serem amplamente mencionadas nas áreas do movimento, nem todo mundo sabe o que são Cadeias Musculares. Mas fique sabendo: entender o que elas são e como funcionam muda todo seu tratamento.

Posso garantir que se você as ignora tem grande probabilidade de reabilitar seu aluno da maneira errada. E isso não muda de acordo com a patologia ou desequilíbrio.

Quer ler o texto completo? Basta clicar aqui!

Informações Gerais

  • Data da Publicação: 28 de agosto de 2017
  • Visualizações: 7.259

 

*Dados computados até o dia 11/12