Já é de conhecimento público que o Método Pilates faz bem para a mente e o corpo, que é uma ótima alternativa no quesito atividade física regular ou reabilitação.

Mas o que poucas pessoas sabem é que o Pilates também pode agir de forma significativa, colaborando com a redução de peso e vários benefícios físicos e mentais.

É por esse motivo que, muitas vezes, utilizar o Método Pilates na Obesidade pode garantir ao seu aluno uma ótima evolução corporal! Que tal saber como isso é possível? Continue lendo o texto!

Características da Obesidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como meta amenizar o maior mal de todos os tempos, a obesidade. Um problema que afeta adultos e crianças que só vem crescendo devido aos maus hábitos como:

  • Sedentarismo;
  • Consumo de alimentos inadequados;
  • Poucas horas de sono;
  • Estresse gerado pela excitação emocional das rotinas;
  • Falta de exercícios regulares.

Que levam o organismo a um processo devastador aumentando a gula e por consequência a obesidade, que nada mais é que uma doença grave que precisa ser tratada.

Nos países mais desenvolvidos cerca de 60% da população está acima do peso ou obesa, fazendo com que a administração pública e hospitalar fique em alerta. Podemos dizer que é o mal do século XXI e mais uma vez o analfabetismo motor se faz presente.

Não podemos ficar reféns de pequenos botões para se conectar com o mundo exterior, temos que ir além!

JORNADA PILATES 2020

8 a 10 de Maio / Gramado - RS

Adquira conhecimento com os maiores palestrantes nacionais e internacionais do Pilates e faça networking com congressistas de todo o Brasil em uma das cidades mais charmosas da Serra Gaúcha.

Precisamos colocar o corpo em movimento para aumentar o gasto calórico, somente desta forma evitaremos o excesso de peso e gozaremos de uma vida mais saudável.

Meu corpo minha casa

Pessoas informadas já sabem que a obesidade é doença e influencia vários tipos de câncer, problemas ortopédicos, diabetes tipo 2, doença do coração, pedra na vesícula, varizes de membros inferiores, artrite, derrame, apneia, refluxo esofágico, tumores de intestino e pressão alta (70% dos obesos possuem pressão alta).

A principal causa desta doença está relacionada a ingestão em excesso de grandes quantidades calóricas. Mais do que é recomendado diariamente para cada indivíduo.

A obesidade nada mais é do que o acumulo de gordura corporal ingerida ao longo de meses/anos sem nenhum tipo de controle ou cuidado com a saúde.

Pessoas que dormem tarde tem a tendência de comer até o horário de deitar. Neste caso é recomendado dormir mais cedo para não ficar assaltando a geladeira a cada 15 ou 30 segundos, comendo coisas com alta concentração calórica e baixa qualidade nutritiva.

Consequências da Obesidade

Com a obesidade o cansaço é mais presente, o metabolismo fica mais lento, o indivíduo perde a vontade de viver a vida e fica refém da comida, do sofá e do sedentarismo. Todos nós precisamos de uma pratica regular de exercícios físicos, principalmente as pessoas obesas.

A pratica do Pilates na Obesidade, como exercício físico nessas condições, é mega recomendado juntamente com uma dieta bem balanceada. Somente desta forma que sua gordura reduzira afastando o fantasma da obesidade.

O ponto crucial para esta pratica regular é tirar o indivíduo da sua zona de conforto e mantê-lo incentivado.

Tipos de Gordura do Corpo Humano

Encontramos 6 tipos de gorduras em nosso corpo, sendo elas:

Gordura essencial

Ela regula a temperatura corporal, faz absorção de vitaminas e ajuda na produção de hormônios, entre outras coisas.

Gordura branca

Transforma calorias em células adiposas. São aqueles pneuzinhos que ficam caindo para fora das nossas calça.

Gordura marrom

Sua principal função é estimular o corpo a usar energia, ela queima calorias para gerar calor, ao contrário da gordura branca. Uma descoberta recente prova que em ambientes mais frios, acelera a atividade da gordura marrom queimando o excesso das gorduras brancas mais rapidamente.

Gordura bege

É bem parecido com a gordura marrom que queima calorias para manter a temperatura corporal. A gordura bege tem a sua origem na gordura branca quando o organismo sofre um estresse saudável com a pratica regular de atividade física.

Gordura subcutânea

Fica localizada sob a pele e não é tão prejudicial como as outras, a atividade física aliada a uma alimentação saudável com baixa caloria, faz com que você mantenha bons níveis dessa gordura.

Gorduras viscerais

É a mais prejudicial para o organismo, fica depositada entre as vísceras (órgãos), está relacionada ao aumento da diabetes, colesterol, infarto, derrame e hipertensão.

O que mais pode levar um indivíduo a obesidade?

  1. Genética – Está relacionada a família;
  2. Costumes – Pais e mães que comem demasiadamente e transfere para seus filhos este vicio de gula;
  3. Ansiedade – Quando a pessoa tem problemas e não consegue resolvê-los, tem mal estar e aflição. Ficam impacientes e acabam descontando na comida;
  4. Depressão – Persiste na perda de interesse por algo, é o mais comum dos transtornos mentais, deixa o indivíduo triste e pessimista. É uma doença tratável;
  5. Síndrome de Cushing – É o aumento de grandes quantidades de cortisol no corpo;
  6. Hipotireoidismo – A glândula não produz quantidade de hormônio suficiente da tireoide (T3 e T4) podendo ganhar peso.

Vantagens de praticar o Pilates na Obesidade

  • Melhora a respiração;
  • Diminui o excesso de gordura;
  • Aumenta a autoestima;
  • Melhora a postura;
  • Melhora o equilíbrio;
  • Força;
  • Flexibilidade;
  • Aumenta o gasto energético;
  • Desenvolve o gosto pela sua pratica regular.

Índice de Massa Corporal (IMC)

Temos um bom parâmetro para diagnosticar a obesidade, o Índice de Massa Corporal (IMC), a Organização Mundial da Saúde (OMS) utiliza uma tabela como referência. Lembrete: esta tabela não é aplicada em crianças. Confira:

  • < 18,5: abaixo do peso
  • 18,5 – 24,9: normal
  • 25 – 29,9: excesso de peso
  • – 34,9: obesidade leve (grau I)
  • 35 – 39,9: obesidade severa (grau II)
  • > 40: obesidade mórbida (grau III).

É uma forma simples de verificar se tem ou não obesidade corporal.

Conclusão

A obesidade é uma doença que precisa ser tratada de forma sistemática. O indivíduo com sobre peso ou obeso, na maioria das vezes precisa de um profissional da saúde para auxiliar nesta tarefa. Acredite, é difícil seguir todos os protocolos para ter uma vida mais saudável, mas é possível.

Pilates é um método de condicionamento físico que visa integrar o corpo de forma eficiente, apresentando grande variedade nos exercícios que podem ser realizados de inúmeras formas:

Deitado, sentado, ajoelhado, de lado, cócoras e em pé que devem sempre ser passados e acompanhados de forma individual, respeitando os limites de cada um, somente desta forma vamos respeitar as dificuldades motoras relacionadas a mobilidade e as articulações.

O praticante do Método Pilates na Obesidade nem sempre chega a exaustão, mas as vezes é preciso.

Pessoas praticando Pilates na Obesidade terão melhores resultados no emagrecimento, qualidade de vida, melhora na mobilidade, descarga de peso, dissociação dos membros superiores e inferiores, melhor ativação do Power House e muito mais.